.

.
.

MEUS SEGUIDORES

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007


PÁSSAROS LIBERTOS

Diogo de Bagé

Reculutei (os) meus sonhos,Embretei os pesadelos.No mate “ayuyei*” recuerdos,Bem querenças e anelos.Calcei cacimbas azuis, Por estes campos ao léu.Para saciar minha sede,Bebendo do próprio céu...Pintei horizontes largos,Neste meu longo andejar*.Meu coração criou asas,Com vontade de cantar...Voar, movimento livre,Que da gaiola m’afasta.Cantar, um canto nativo.Porque só voar não basta...E fui cantando pra fora,O que eu guardei pra (cá) dentro.Deixei aflorar da’alma,O mais puro sentimento.E libertei os (meus) pássaros,O que todo dia faço.Pra que voem soberanos,Das gaiolas p’ro espaço...E assim, revi toda obra,Assim refiz toda lida.Canto, meu vôo liberto,Vou renovando “mi’a” vida...Voar, movimento livre...*Andejar - termo usado na fronteira com o mesmo significado de andar. *AYUYEI (Tupy-guarany )

Nenhum comentário:

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK