.

.
.

segunda-feira, 31 de março de 2008


...me sinto perdida entre o aqui e o agora!
Porque temos que crescer?
Porque temos que sofrer e nos preocupar?
A estrada parece tão longa...
Tão distante...
Tão ausente!
Meu coração bate descompassadamente
Angustiado e quase sem alternativa
Sem saber se é agora ou é mesmo aqui...
As horas passam
Os dias tornam-se infindáveis e essa angustia
Parecem não ter fim!
Será mesmo, Aqui?

Maura Theobald
31/03/2008

CONSTATANDO SUA FALTA

O tempo de te esperar se arrasta
morno e pastoso.
As coisas e as pessoas
passam por dentro de mim
e parece que também te esperam.

Tenho fome de vida
meu amor curioso, denso e obscuro
não tem medida
e de tanta ferida
parece até que se aproximou
demais de uma bomba que explodiu
e se encheu de estilhaço....

E eu , com tudo isso, sendo
o dono do circo
fico me sentindo apenas o palhaço...
Com tudo isso, tendo
uma vida pela frente
fico sem saber o que faço...
Com tudo isso, tendo
o seu amor, louco , inteiro e desesperado
fico com a sensação
de que está faltando um pedaço...

Falta chão.
Falta cama.
Decisão...
Falta espaço.
Falta o bem que me causa
o teu abraço.
Falta a paz do teu colo
para o meu cansaço !

Miro Martins
Vinhedo/São Paulo

domingo, 30 de março de 2008


SONHO MEU

Tudo parecia tão lindo...
Tão real!
O tempo passou e eu te amei
O tempo passou e eu não te esqueci...
Tem dias que sua imagem vem até mim
E as lembranças machucam meu coração!
Tem vezes que te sinto
Te desejo
Te chamo
Em sonhos te vejo...
Estás tão perto
E ao mesmo tempo tão distante...
Teu cheiro sinto no ar
Teu sorriso me faz estremecer
Teu calor chega até mim...
É loucura; eu sei
Mas um dia essa utopia terá um fim...

Escrito por maura theobald

segunda-feira, 24 de março de 2008


EU SOU O QUE SOU

Tem gente que me acha louco
Só porque eu sou diferente
Mas eu nao imito ninguém
E sou bastante inconsequente!

Eu sou isso que voces vêem
Eu tenho o meu própio estilo
Às vezes eu estou bem louco
E ás vezes tranquilo!

A minha vida é uma bagunça
Dos meus problemas só eu sei
Sempre fiz o que eu queria
Nem meu pai era meu rei !

Eu nasci com este jeito
Nada herdei do meu avô
Por isso eu sou diferente
Eu sou eu mesmo, eu sou o que sou!

(Gentil Félix Da Silva Neto)
Itaquí,RS

domingo, 9 de março de 2008


"Não temos em nossas mãos as soluções
para todos os problemas do mundo,
mas diante de todos os problemas
do mundo, temos Deus e nossas mãos."

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK