.

.
.

domingo, 26 de outubro de 2008

APAIXONE-SE!


Apaixone-se!

Grite que é feliz!
Procure ser feliz e esqueça as mágoas do passado
Pois recordar o que te fez sofrer nada em sua vida se multiplicará, apenas diminuirá.
Por isso apaixone-se!
A cada amanhecer viva o dia como se fosse o último!
Beije, abrace, comemore, grite que é feliz!
Não queira elogios nem aplausos
Sua felicidade não depende dos outros e sim de você mesmo!
Não se preocupe com o que os outros pensam de ti.
Acredite; você é único!
Se estiver chovendo molhe suas mãos e sinta o frescor e a beleza da vida!
Se estiver frio deixe o vento acariciar a sua pele...
Feche os olhos por alguns instantes e sinta o quanto seu coração palpita e esquenta a sua vida!!
Apaixone-se a cada amanhecer, e quando a noite chegar brinque com a criança que está dentro de você esperando uma única chance para sentir o prazer do quanto você é feliz!
Ame-se!
Ame-se sem esperar que alguém diga que te ama porque um verdadeiro amor não pode existir entre dúvidas, provas de amor ou desconfianças!
Ande de pés descalço e sinta o quanto a terra é cúmplice sua e o quanto dela você precisa para viver...
Apaixona-se uma, duas, três mil vezes se for preciso o importante é continuar acreditando que você é feliz e o amor existe dentro de ti...
Olhe-se no espelho não apenas na tua juventude. Faça isso também depois dos 40, 50, 60, 70, 80 anos ou mais conservando dentro de ti a eterna criança apaixonada pela vida.
Nunca se dê por derrotado pensando que envelheceu e o tempo de amar já passou!
Apaixone-se sempre que a felicidade jamais te abandonará!
11/07/2008

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Além do Oceano!


Estás tão distante
E ao mesmo tempo tão perto de mim...
Fecho meus olhos e sinto sua presença
O Oceano nos separa
Mas minhas asas conseguem voar até você...
Nas noites da minha solidão
Sua presença invade meu ser
e contigo consigo fazer amor...
Nossos corpos rolam
Nossas bocas se unem num beijo sem fim...
Entre sonhos e desejos
Meu corpo sente
O prazer sublime dessa paixão!
Não me deixe...
Não me esqueça...
Meu amor por você não tem fronteiras
Para o amor
O outro lado do mundo é logo ali...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008


TE OFEREÇO FLORES...
BRANCAS, VERMELHAS, AMARELAS!
FLORES PERFUMADA
COLORIDA
DE TODAS AS CORES...
TE OFEREÇO FLORES
ORNAMENTAIS
CAMPESTRES
DE JARDINS
CELESTAIS!
TE OFEREÇO FLORES
PERFUMADAS
DELICADAS

QUE QUERES MAIS?

sábado, 11 de outubro de 2008

AMOR X DESAMOR




Acredite:
Amor e Desamor
Andam de mãos dadas...
Hoje a paixão...
Amanhã a decepção!
O amor nunca é como se apresenta
Para amar não basta gostar!
Precisa acreditar, confiar...
Nunca diga:
"Sem você não consigo ser feliz..."
Mentira! Palavras vãs...
Que hipócrita és tu pensar dessa maneira!
Como podes desejar ser amado
Se nem você mesmo se ama?
Como podes fazer alguém feliz
Se feliz não consegues ser?
Ame-se!
Apaixona-te por ti mesmo
Pois somente assim
Poderás desejar e merecer
O amor de outro alguém...

sábado, 4 de outubro de 2008

DESABAFO


... as vezes acho que não entendes o que falo...
O que escrevo...
O que sinto...
Nosso convívio se torna tão pesado
porque não entendes o dom que tenho
E que dele não abro mão...
Se um dia deixar de escrever a vida não terá grande sentido...
Passei minha vida vivendo a vida de outras vidas
E agora que criei meus filhos
Por favor não me policie
Deixe eu viver a minha...
Se escrevo é porque amo escrever
E me realizo...
Se alguém lê e gosta
Meu mundo se renova e me sinto viva!
Quem me dera colocar pra fora toda essa dor que me faz sofrer...
Não és culpado por eu ser assim
Sou assim!
Porque a vida me fez assim!
Minhas angustias transformo em alegrias
Porque para o ódio não tem espaço dentro de mim...
Bem tu sabes
Quanto que já me feriram
Me magoaram
Me rotularam
E mesmo assim sobrevivi!
Sempre tive garra e força para vencer...
Olho para trás e nada me faz fraquejar...
Sei da luz que brilha dentro de mim
E sei o quanto minha vida é presenteada
Com alegrias e esperanças...
Entendas que a Poesia faz parte de mim
E sem ela não sei viver...

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

TODA DOR VAI PASSAR...


A vida me ensinou chorar sorrindo...
Quando o céu escure e a tempestade chega
Entre as nuvens pretas consigo ver o brilho do sol!
Mas hoje... Parece que meu mundo caiu...
Meu coração está triste e parece meu sofrimento não ter fim...
Será que mereço essa dor?
Que foi que eu fiz?
Olho pela janela, vejo a chuva caindo
E junto dela estão as minhas lágrimas...
A minha desilusão!
Não consigo ser ingrata e porque são ingratos comigo?
Porque se aproveitam da fragilidade do meu coração?
Não sei...
Dói...
Mas tenho Fé que tudo vai passar
E um dia sei que de tudo isso
Belas gargalhadas vou dar...
Se hoje o meu mundo caiu
Amanhã uma nova Luz chegará
E com seu brilho
A minha vida muito mais iluminará...

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK