.

.
.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

SILÊNCIO...


Não consigo falar... apenas permaneço calada...
O sol se escondeu e sinto um frio imenso dentro de mim...
Penso em coisas e fatos que somente me fazem sofrer...
Acordo da madrugada não conseguindo mais dormir...
Sei que mais uma vez a depressão voltou
e ela esta me levando para um poço da qual não estou tendo forças para sair...
Me sinto fraca...
Me sinto triste e tudo a minha volta é desilusão...
Não consigo sorrir...
e a dor transparece em meus olhos...
Tanta dor sinto...
Uma dor que dói sem doer...
E assim...
Permaneço calada...

2 comentários:

Anonymous disse...

Oi Maurinha!
Que é isso?
Que dor é essa?
Lembre que és uma pessoa maravilhosa eque brilha como o sol!
Esqueceu disso???
A vida é maravilhosa e sabe que tudo passa...
Te amo amiga e DEUS te abençoe!
Beijos!

Verinha
Ijuí

Anonymous disse...

Amigaaaaaaaaaaaaaa!!!!
Essa não é a maura que eu conheço!!!

Te amo!!!

Tudo vai melhorar minha amada poetisa!

Beijos!!!

Ricardo
Santo Ângelo

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK