.

.
.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Não te quero mais!


Quantas vezes deixei a porta aberta, meus braços estendidos esperando por você...
Quantas vezes chorei te esperando e você não veio...
Quantas vezes te esperei uma eternidade e você nem se quer ligou dizendo que não viria...
Quantas vezes meu lábios latejaram por um beijo seu...
Quantas vezes você me trocou por outra e eu acreditei que eras somente meu...
Quantas vezes enquanto te amava loucamente você simplesmente colecionava mulheres...
... e hoje você volta dizendo que ainda me ama, que sente saudades e que nunca me esqueceu...
O que foi que aonteceu cigano?
Pensas que te esperaria por toda uma vida?
Não!!! Agora acabou...
Vá em busca de suas ilusões pois saiba que o meu amor por ti morreu!

2 comentários:

Graça Pereira disse...

AS TRAIÇÕES DE AMOR DOEM E SÃO DIFICEIS DE ESQUECER...MAS.ÁS
VEZES, O AMOR PERDOA TUDO!|
uM BEIJO E BOA SEMANA.
gRAÇA

nuno medon disse...

linda foto, lá em baixo. como estás? quanto ao amor, o sofrimento é a pior parte! beijos

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK