.

.
.

MEUS SEGUIDORES

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Só eu...


Não me prenda,
não me oprime,
não me condene
por eu querer voar...
Minha alma é livre
Não tenho dono
Nasci sozinha e sei me virar.
Se eu errar; vou acertar
Se eu cair; vou levantar
Se eu sofrer; sei me curar.

(maura milcharek)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

...ir!


Minhas malas estão prontas
Levo apenas eu...
Deixo para trás promessas não cumpridas
Noites frias de solidão
Palavras ásperas proferidas
De um amor corrompido sem paixão...

Não levo promessas
Não levo tristezas
Não levo mágoas
Levo apenas eu!

domingo, 29 de agosto de 2010

Fora da tua vida


Não sei que tipo de vida insisto em viver.
Vivo uma vida em cima de falsas promessas multiplicadas por mentiras.
Tenho vontade de pegar o que me pertence e sair porta a fora, ir para bem longe sem esperar a velhice me pegar, porque se eu deixar ela chegar até mim, aí é que não terá mais jeito e será tarde demais...
A paz entre nós reina por algumas semanas, mas de repente a bomba atômica explode e tudo volta como outrora.
Que tipo de vida é essa?
se eu estou triste você se sente feliz!
Se eu estou feliz, você não suporta minha alegria.
Afinal, que amor é esse?
Vivo uma vida sem a mínima liberdade, presa em conveniências que me fazer sofrer e me sentir sufocada.
Vivo em meio a acusações e dependente de um amor doentio.
Sou alguém que sobrevive; não vive!
Por anos venho arrastando essa história doente e lotada de cobranças.
Engana-se redondamente se pensas que me falta coragem para te abandonar.
Já fui embora três vezes e voltei acreditando em promessas vãs, promessas que duraram tão pouco, promessas que nunca foram cumpridas!
Que tipo de amor é esse?
Um amor que não existe confiança?
Que não existe liberdade?
Não dá... não agüento mais, não quero mais!
Vou para bem longe de ti e te peço:
Não faça como das outras vezes; não venha atrás de mim!
Hoje estou te odiando e não consigo nem ouvir o som de sua voz.
Não toque em meu corpo porque sinto repulsa por ti.
A muito tempo você matou o mínimo de amor que existia dentro de mim.
Sei que existem pessoas de bom coração e cansei de ser sua palhaça.
Te perdoei pelas vezes que você me bateu, mas saiba que até hoje meu coração chora...
Não sou mais feliz ao teu lado e quero viver, viver de verdade.
As dificuldades?
Eu as enfrentarei e reconquistarei o espaço que um dia abandonei por acreditar em suas promessas que somente atrasaram a minha vida.
Deixei um lugar lindo, um trabalho que me fazia feliz, troquei tudo por você que em questão de dias voltou a ser esse inferno.
Não chega perto de mim, não quero mais esse tipo de amor porque prefiro viver sozinha sem redomas, sem algemas fora dessa prisão.
Como te disse você nunca vai me compreender porque sou movida a sensibilidade muito diferente de ti que transpira ódio em vez de amor.
Vou embora para bem longe de ti e não venha porque desta vez é para sempre!

maura theobald
Domingo,29/08/2010

ANTONIO MARCOS - SONHOS DE UM PALHAÇO - MPB - BRASIL

sábado, 28 de agosto de 2010

Sonhos de um palhaço - Antonio Marcos


Composição: Antônio Marcos / Sérgio Sá

Vejam só
Que história boba
Eu tenho pra contar
Quem é que vai querer
Me acreditar
Eu sou palhaço sem querer...

Vejam só
Que coisa incrível
O meu coração
Todo pintado e nesta solidão
Espero a hora de sonhar...

Ah, o mundo sempre foi
Um circo sem igual
Onde todos representam
Bem ou mal
Onde a farsa de um palhaço
É natural...

Ah, no palco da ilusão
Pintei meu coração
Entreguei, entreguei amor
E sonhos sem saber
Que o palhaço
Pinta o rosto pra viver...

Vejam só e há quem diga
Que o palhaço é
No grande circo apenas o ladrão
Do coração de uma mulher...

Ah, o mundo sempre foi
Um circo sem igual
Onde todos, todos
Representam bem ou mal
Onde a farsa de um palhaço
É natural...

Ah, no palco da ilusão
Pintei meu coração
Entreguei amor e sonho
Sem saber
Que o palhaço pinta o rosto
Pra viver...

E vejam só e há quem diga
Que o palhaço é
No grande circo apenas o ladrão
Do coração de uma mulher...

Não desista nunca

Não desista!
Não desanime!
Não olhe para trás!
Caiu?
Estás sofrendo?
Calma... Para tudo existe uma solução!
Dê tempo ao tempo que tudo vai passar...
A tristeza não dura para sempre e atrás da tempestade o sol continua brilhando.
Entregue nas mãos de Deus suas preocupações e descanse...
A justiça Divina chega no momento exato e depois da dor vem o aprendizado...
Espere...
Acredite; toda essa dor vai passar!

(maura theobald)

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Venha quando for eu!


Quando grito; não me escute
Quando choro; não se emocione
Quando brigo; não me leve a sério
Quando danço; não me olhe
Quando fujo; não vá atrás
Quando canto; cante comigo
Quando estou feliz; venha, me abrace porque essa sou eu de verdade!

(maura theobald)

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Preciso ir...


O dia amanheceu e com ela a minha revolta, minha dor e a magoa de impotencia sobre os problemas que pairam dentro de mim...
Quisera poder estalar meus dedos e gritar que está tudo bem.
Mas não está.
Me sinto tão agoniada com situações que eu mesma provoquei.
Não acredito que essa é a minha cina e que assim vou envelhecer.
Nada me apetece, nada me deixa feliz neste momento.
Apenas queria ir... não sei para onde mas, queria ir!
Minhas costas estão cansadas, o alimento ultimamente me faz mal, e não tenho vontade para nada. Agradeço a Deus pelo trabalho que tenho porque somente assim consigo fugir para bem longe desta cruel realidade do dia a dia.
Estou cansada, desgostada e desacreditada de que exista alguém que consiga arrancar um simples sorriso dos meus lábios...
Será que Deus se esqueceu de mim ou sou eu que não mereço mais Êle.
Poxa vida como estou temperada com vinagre, fel e me sinto um azedume, só.
Saiam de perto de mim, não se aproximam.
Não quero que sintam pena dessa que está aí, não quero que digam que sou maravilhosa porque hoje me sinto uma bruxa.
A bruxa loira que precisa apenas de uma vassoura para voar.
Estou cansada de agradar, estou cansada de fazer de conta que está tudo bem.
Meu mundo está cada vez mais pequeno e tenho apenas vontade de ir para bem longe.
Mas onde fica o "longe!?
Se alguém sabe, por favor me dá o endereço porque preciso ir.
Por favor mostre-me o caminho, me ensine a direção...
Localize-me para que eu consiga pegar o rumo certo.
Por favor me ajude...
Será mesmo que eu preciso"ir"?
Será mesmo essa a minha solução?
Será...?

(maura theobald)

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Dizem que poeta é tudo louco;
Então louca sou!
Preciso da poesia como preciso do ar para viver!

Preciso de você


Preciso de você
Do seu carinho, do seu colo, do seu afago!
Preciso de você
Da sua alegria, sua atenção, sua emoção
Meu corpo sente frio, minha alma solidão...
Não sei quem tu és, nem de onde vens
Só sei que preciso de ti.
Meu coração está triste, desacreditado
Meus olhos choram, estão molhados
Meu sorriso está calado, emudeceu
Minha alma está triste, não sei ao certo o que aconteceu.
Venha...
Preciso de você!

(maura theobald)

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A gente muda, sim!


É o sofrimento, e só o sofrimento, que abre no homem a compreensão interior.
[ Gandhi ]

Baseada nesta frase que eu procuro não lamentar minha vida, minhas tempestades, meus tormentos...
Não vale a pena passar uma vida inteira achando que não podemos errar; nossa vida só é acertada na medida em que erramos, que sofremos.
Hoje compreendo que todo o sofrimento que outrora passei veio somente para o meu benefício e hoje consigo compreender que eu tinha que ter passado por tudo aquilo e que hoje sou uma pessoa muito melhor.
Das vezes que me desespero e que os problemas batem a minha porta, olho para trás e vejo que é a maior tolice se entregar; alhás enfrento com fé e venço meus próprios desafios.
Hoje não me importo mais com quem não gosta de mim.
Ninguém tem obrigação de gostar de alguém e não me importo mais se o meu sorriso e a minha alegria encomodam.
Sigo minha vida a minha maneira sem mais me importar se estou agradando ou não!

sábado, 21 de agosto de 2010

VEM ME AMAR - Alexandre Pires





Composição: Cynthia Nilson

Vem aqui, doce amor
Me ajuda a mudar esse destino
Salva-me, por favor
Que eu tenho o coração
Partido em dois...

Me dê mais, quero mais
Desse sabor inédito e perfeito
Só você me fará
Perder o medo de me entregar...

Vem me amar
Esquece o mundo e vem me amar
Eu quero me queimar no seu calor
Liberte essa paixão
Não tenha medo não
Vem me amar
Agora e sempre, vem me amar
Meu mundo obedece o coração
Não queira entender de solidão...

Com você sedução
Entrego pouco a pouco
Os meus sentidos
Não tem como escapar
Porque seremos sempre atraídos
Eu serei sempre assim
Exagerado digam o que digam
Renda-se, meu amor
As lábias do meu canto sedutor...

Vem me amar
Esquece o mundo e vem me amar
Eu quero me queimar no seu calor
Liberte essa paixão
Não tenha medo não
Vem me amar
Agora e sempre, vem me amar
Meu mundo obedece o coração
Não queira entender de solidão...(3x)

Vem me amar!
Vem me amar!...

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

"nunca mais"


Me disseste tantas vezes nunca mais
agora quem diz sou eu.
Nunca mais deitará em minha cama
muito menos sentirá meu corpo junto ao teu.
Se eu pudesse, voltaria atrás sim
e não aceitaria teu convite.
Tudo aconteceu muito rápido?
Mas o que foi esse tudo?
Se nem ao menos tivemos algo!
Me escondeu do princípio ao fim
fui alertada por terceiros,
ou melhor, pelos teus contatos mais íntimos.
Não esperava essa atitude de titão fraco, tão covarde.
Me fez pensar tanto
fiz planos e te incluí em todos
cuidei de você como meu bem mais precioso.
E o que recebo em troca?
Algumas mentiras deslavadas
palavras simplesmente
jogadassem pensar nas consequências.
Tentou se redimir com uma conversa fiada
no início até amenizou a situação
enfim veio à tona toda desilusão
por fim, vi que tudo foi em vão.
Agora sim, não te quero nunca mais...

Autoria:
Fátima Theobald
www.desejosdejasmin.blogspot.com/

Poetisando...


Tenho uma ânsia tão grande de escrever, até me perco entre letras, vírgulas e espaços procurando um motivo para não deixar a tristeza chegar até mim...
Tem quem prefere beber para esquecer a dor, eu ao contrário esqueço meus tormentos escrevendo...
Aqui eu viajo longe...
Levanto vôo para o mais alto que a minha imaginação consegue chegar...
Procuro não escrever coisas ruins que possam afetar a quem lê, mas procuro aqui colocar palavras, frases, rimas, versos que alegram outros corações...
Se estou triste me afasto...
Se estou feliz me aproximo!
Hoje sou mais reservada...
A vida me ensinou não mostrar minha alegria ao mundo, porque são raras as pessoas que gostam de te ver feliz...
Não deixo de sorrir nunca!!!
O sorriso me deixa em sintonia com Deus e atráves Dêle meus problemas se transformam em grãos de areia...

(maura theobald)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Minhas mãos...


Minhas mãos outrora tão fortes;
Hoje frageis, cansadas e com marcas do tempo...
Minhas mãos que dois filhos criaram, acariciaram e das vezes que se machucaram
por amor a eles continuam firmes aqui!
Minhas mãos outrora tão macias, pele sedosa, hoje refletem marcas do tempo que em mim os anos deixaram...
Minhas mãos que pouco creme receberam, anéis pouco carregaram... apenas uma aliança ali se alojou...
Mãos que num passado por anos num tanque com água gelada roupas lavaram, escola e casa limparam sem luva e sem proteção...
Minhas mãos valem ouro e puro diamante, com elas construí meu tesouro, conquistei meu espaço!
Minhas mãos vão me levarão a uma velhice tranquila, na certeza que aqui fiz minha parte; com luta, sacrifícios e muita dor. Mas, feliz porque venceram desafios, cansaço e mesmo assim elas transmitirem garra e amor!!!

Agradeço a DEUS pela benção de ter minhas mãos!!!

(maura theobald)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Salve o Mundo!


Não gosto de me lamentar e muito menos falar de coisas que me deixam triste, pois a vida é cheia de desafios e procuro ser perceverante, acreditar em mim, acreditar que o bem vence o mal e que a justiça tarda mas não falha.
Tantas vezes me desiludi, caí, sofri e pensei não conseguir mais sorrir, mas Deus na sua grandiosidade me deu um corpo saudável, mãos que trabalham e não se cansam, um sorriso que faz com que todas as minhas angustias se transformem e ventania e assim vão para longe de mim...
Sou grata a natureza por me dar o ar para respirar, o alimento para eu comer, o sol para me aquecer e a chuva para produzir...
Por vezes me angustio com coisas que vejo e que nada posso fazer: água sendo disperdiçada para lavar calçadas, ora!
Como o ser humano é cruel!
Como o ser humano faz maldade e não vê que está acabando com seu próprio habitat.
Queria poder fazer algo em prol do mundo, mas me basta aqui escrever...

domingo, 15 de agosto de 2010

Meu mundo com você


Queria ter asas e poder voar, mas como não as tenho, vôo com meus pensamentos e assim posso te abraçar e sentir seu calor... beijar sua boca e contigo fazer amor!

Frases que brotam da minha imaginação, da minha utpoia errante, maluca e nostalgica.
Frases que alimentam minhas fantasias e com elas viajo no mundo das minhas histórias escritas e não vividas.
Nas esquinas da minha imaginação consigo te encontrar, te amar, te falar o quanto te sinto aqui junto a mim...
Dentro deste mundo te vejo, te sinto e a ti eu me entrego inteira, sem arrependimentos, sem culpas, sem pudor...

Fique até o sono chegar...


Mais uma vez senti o doce mel dos seus beijos, pensei nunca mais encontrá-lo, mas o destino perspicaz mais uma vez faz nossos caminhos se cruzar...
Nossa história já foi escrita, reescrita, acabada, reiniciada, nossas paginas que por vezes são rasuradas o tempo e a distancia continuam reescrevendo nossa história de amor e paixão.
As folhas ficam borradas pelas lágrimas que caem quando você se distancia de mim mas, tudo volta ficar colorido quando o trem da vida pára e me leva novamente até você...
Por vezes a lua se esconde, as nuvens me amedrontam com sua escuridão tornando minhas noites frias, solitárias e tristes quando estou longe de você...
Nossos pensamentos se cruzam e no mesmo instante que o telefone toca, sei que é você e novamente a emoção penetra dentro do meu coração trazendo-me a alegria de saber que nosso amor continua aqui...
Não deixe esse sonho acabar porque é maravilhoso sentir seu amor, seu toque, seus beijos enlouquecidos, seu corpo latejante de desejo sobre o meu...
Fique aqui comigo, não vá fique aqui até o sono chegar...

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Culpa do Destino?


Aqui o inverno continua a me castigar, não bastando sua ausência, sinto o frio da solidão...
Conto os dias, as horas...
Olho no retrovisor e vejo a paisagem que outrora juntos contemplávamos.
Porque tudo se tornou tão distante entre nós?
Me pergunto porque tenho que estar distante de ti?
Será mesmo errado amar assim?
Porque sinto tanto a sua falta?
As noites tornam-se tão longas, abraço o travesseiro e enrolo meu corpo entre as cobertas que tanto aqueceu meu corpo junto ao seu...
Dizem que quando as almas gêmeas se encontram e não podem ficar juntas é porque existe um motivo, uma história mal acabada.
Será mesmo esse o nosso destino?
... e nossa história hoje, me resta ver através do retrovisor.

(maura theobald)

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Alegría - CIRQUE DU SOLEIL

Coração triste...


Hoje amanheci com o meu coração triste, desiludido e carente de um abraço...
Porque meus olhos choram?
Porque me sinto assim?
Outrora escrevia em folhas de papel e elas caiam borrando a tinta que minha sensibilidade expressava meus versos de dor; hoje caem em minhas mãos no compasso entre uma letra e outra do computador...
Porque tenho tanta facilidade para sofrer?
Porque? Porque? Porque?
Queria ser forte e não deixar essa dor em mim se alojar...
Porque tanta tristeza e essa angustia para chorar?
Porque é tão facil me magoar?
Queria ter o dom de simplesmente ignorar; mas meu coração é fragil, emotivo e com facilidade fica triste...
Me abrace...
Por favor me abrace...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Sinto muito mas mesmo assim sou feliz!

Paro e penso:
Como seria triste a minha vida se todos gostassem de mim.
Entre tantas pessoas que passam pela minha vida, que convivem no meu dia-a-dia são tão humanas como eu, ninguém é obrigada a gostar de alguém...
Sei que meu sorriso te encomoda, te aflinge e deixa-te a se roer de ódio por mim...
Não te culpo, não te julgo, porque afinal de contas eu não estou aqui para agradar ninguém...
Faço, digo, falo aquilo que a mim convém.
Se o meu sorriso encomoda, não é por isso que vou deixar de sorrir!
Se minha alegria te faz mal, sinto muito; não vou mudar meu geito de ser.
Se você é uma pessoa mal amada, infeliz e nada em sua vida a satisfaz, olhe para dentro de si e agradeça a DEUS pela vida que Êle te deu.
Procure dentro de ti o amor, a alegria e verás o quanto a vida é linda...
Jamais farei força para lhe agradar, mas se quiseres um ombro amigo, não sou cruel, nem vingativa e estou pronta para te ajudar.
Sua indiferença me faz bem, porque assim eu vejo e sinto o quanto eu sou feliz e para mim tu não passa de mulher infeliz de coração frio, que não conhece o amor!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Lembranças do meu Pai...


Queria tanto te abraçar neste dia e dizer da saudades que sinto de ti meu Pai...
Trinta anos se passaram, mas ainda sinto o calor dos seus braços me protegendo e dizendo o quanto eu era importante pra ti.
Lembro dos cartõezinho que na escola eu fazia para te ofertar e você com tanta alegria recebia...
A emoção tomava conta de ti e eu via brotar em seus olhos lágrimas de emoção...
Meu pensamento e minha saudades de ti neste dia meu Pai...
Sei que onde tu estás, sinto que zelas por mim, minha mãe e meus irmãos...
Seus netos pedem por ti e eu conto a eles as suas histórias...
Olha por mim meu pai, me abençoe e me proteja, pois a vida está cheia de armadilhas, falsas amizades, caminhos de espinhos e sinto que não estás aqui para cuidar de mim...
Te amo e sinto uma saudades que não dá para aqui descrever, para essa saudades não existem palavras... não existe descrição... existe sim uma dor enorme dentro do coração!
Me abençoe Pai e cuide de mim!

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

MINHA MÃE

MINHA MÃE
Maria Biesek Milcharek

MEU PAI

MEU PAI
Wladislau Milcharek

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

AVÓ MATERNA

AVÓ MATERNA
Genovefa Novakowski Biesek

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK