.

.
.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Um adeus sem despedidas...


... e mais uma vez procuro dentro de mim motivos para me distanciar de ti!
Não quero
Não posso te querer...
Nas curvas do meu ser você baila dentro de mim
Dança na luz do luar
e como pirilampos ilumina minhas noites na escuridão...
Me sinto como uma loba que vive na noite
Tendo como companhia apenas a solidão...
Quem me dera poder ser sua
Sem amarras
Sem falsas ilusões...
Imagino-te nos braços de outra
Dando a ela o amor que poderia ser meu...
Como poderia me iludir com uma história que não passa
de frases escritas em uma poesia?
Ah!!!
Seria eu assim tão ingenua?
Sei muito bem como o mundo funciona
Como é o amor
Como é o sexo!
Deleito em meus devaneios
Vasculhando os enigmas que pairam em meu pensamento...
Acredito que sabes que é pra ti que escrevo
Não mais com letras para idenfificar-te!
Parto agora
Sem despedidas...
Não quero mais!
Essa situação não me faz bem...
Estarei sempre aqui
Em sentinela
Fiel a minha sensibilidade,
E ao amor eterno
que  vive dentro de mim:
A Poesia!!!.


Autora: Maura Theobald

Nenhum comentário:

POSTAGENS ANTIGAS

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK

Minha Mãe: MARIA BIESEK MILCHAREK
Amor para toda vida!!!

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô materno: JACOB BIESEK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avô Paterno: JACÓ MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK

Avó paterna: FELÍCIA MILCZAREK